domingo, 5 de fevereiro de 2012

Dicas aos pais

DICAS AOS PAIS

O início das aulas:
·                           Aproveite o frescor do novo ano escolar para estimular seu filho a adquirir o hábito de estudar diariamente.
·                           Façam juntos uma agenda com horários para estudar em casa. Defina também o tempo para esportes e lazer, como TV e videogame.
·                           Estabeleça combinados prevendo futuros imprevistos. Por exemplo: se ele tiver uma festa no meio da semana, terá de abrir mão de alguma atividade de lazer para fazer as tarefas escolares.
·                           Capriche no material escolar. Livros encapados duram mais; um estojo completo, com lápis apontados e canetas coloridas, pode empolgá-lo para se dedicar às tarefas escolares.
·                           Convidar o filho para participar da compra do novo material esquenta os motores para a volta às aulas
·                           É necessário que o filhote seja organizado com suas coisas. Peça a ele que arrume a bagunça do quarto após as férias para tornar mais prática a vida escolar.
·                           Não deixe a excitação que acomete os alunos com a possibilidade de rever os amigos e conhecer novos colegas, roubar a atenção à volta das responsabilidades escolares.
·                           A rotina escolar de seu filho merece atenção: “Nenhuma escola, por melhor que seja, é a única responsável pela educação de uma criança”
Durante o período letivo
·                           Não se deve dizer à criança que ela estará “livre” depois de estudar, pois ela fará as tarefas com pressa. Se não há lição de casa, ela pode rever a matéria dada ou ler um livro, por exemplo, para cumprir um horário de estudo.
·                           “É importante que a criança organize seu tempo de estudo diário, que deve variar de acordo com a idade e a série”, explica a psicóloga Lílian Chitman. Para a 1º ano, meia hora basta. Para os alunos do 9º ano, o ideal é que estudem três por dia.
·                           Fique atento aos prazos de trabalhos e às datas de provas. Não assuma as responsabilidades de seu filho, mas acompanhe-o e mostre que confia nele.
·                           Se o desempenho nas primeiras avaliações deixar a desejar, haja rápido e descubra quais são as dificuldades de seu filho. Ás vezes ele não entende bem o enunciado (comandos) das questões nas avaliações ou trabalhos.
·                           Caso as primeiras notas sejam boas, deixe explícito quanto você ficou contente. Cultive a autoestima para que ele continue com vontade de se esforçar.
·                           Conte a seu filho o que considerou bom em seu desempenho escolar: aquela redação, a forma como ele desenvolveu um problema de matemática, etc. “Fazer elogios descritivos, que não se limitam ao ‘muito bom’, é enriquecedor.